shopping-bag 0
Items : 0
Subtotal : 0.00
View Cart Check Out

Napoles 3-1 Pescara

Lazio 2-1 Atalanta

Manchester United 1-1 Liverpool

Sevilha 2 – 1 Real Madrid

Fiorentina 2-1 Juventus

Marseille 1-4 As Monaco

Barcelona 5-0 Las Palmas

Hull City 3-1 AFC Bournemouth

West Ham United 3-0 Crystal Palace

Rennes 0-1 Paris Saint Germain

Swansea City 0-4 Arsenal

Leicester City 0-3 Chelsea

Sevilla 3 – 3 Real Madrid

Southampton 1-0 Liverpool

Barcelona 3-1 Athletic Bilbao

Manchester United 2 – 0 Hull City

Udinese 1-2 Inter Milão

Tottenham Hotspur 2-0 Aston Villa

Villarreal 1-1 Barcelona

Celta Vigo 3-1 Malaga

Juventus 3-0 Bologna

Liverpool 0-0 Plymouth Argyle

Chelsea 4-1 Peterborough United

Eibar 0-2 Atletico Madrid

Sporting CP 5 – 2 SC Braga

Pedro Madeira Rodrigues ataca Bruno de Carvalho “derrotado”

Pedro Madeira Rodrigues voltou, esta quinta-feira, a tecer críticas à gestão de Bruno de Carvalho desde que assumiu a presidência do Sporting.

Em entrevista ao jornal A Bola, o candidato leonino reconhece que o atual líder foi capaz de “acabar com uma espécie de dinastia que estava instalada”, “concluir a reestruturação” financeira e “contratar bons treinadores”, mas “perdeu-se ao longo do tempo”.

“Tinha projetos e ideias, mas deixou de os ter e nesta altura é evidente e ele próprio confessa que está desgastado, é um homem derrotado e até zangado com os sportinguistas”, diz, sublinhando que “não representa o futuro”.

Quanto à falta de consistência da equipa, o candidato justifica-se com a “liderança” de “pessoas que não sabem o que é um balneário, pessoas que pensam em si primeiro e não no grupo, pessoas que fogem quando as coisas correm mal e fazem voltas olímpicas quando as coisas correm bem”.

Pedro Madeira Rodrigues lamenta que Bruno de Carvalho tenha aumentado a “massa salarial, que está pior que no tempo de Godinho Lopes”, e considera que “a equipa voltou aos tempos de Paulo Bento, ganhou uma Taça de Portugal, uma Supertaça e duas presenças na Champions”.

O ex-secretário-geral da Câmara de Comércio e Indústria Portuguesa apresenta-se como “um candidato difícil” e deixa claro que Jorge Jesus será para manter, caso vença as eleições: “Acredito que comigo, numa liderança diferente, vai fazer ainda mais do que tem feito”.

Comente pelo Facebook

Powered by Maç Sonuçları & Canlı Skor Mobil